Sábado, 6 de Outubro de 2007

Eléctricos transportaram cinco mil

0001cgt9

A nova linha 22 do eléctrico do Porto registou, na sua primeira semana de funcionamento, 4883 validações, correspondendo a uma média diária de 698 passageiros. A Sociedade de Transportes Colectivos do Porto considera que estes números "demonstram claramente a adesão da população à iniciativa".

O regresso dos eléctricos à Baixa do Porto ocorreu no dia 22 do mês passado, assinalando o Dia Europeu Sem Carros. A mais recente linha da STCP funciona das 10 às 19 horas, com uma frequência de 30 minutos.

O novo percurso, com 2,3 quilómetros, implicou um investimento de cerca de 700 mil euros e resultou de uma parceria entre a STCP e a Câmara Municipal do Porto. As obras para a implantação dos carris e da catenária prolongaram-se por nove meses.

Modernizados

Na 22, estão a ser utilizados eléctricos das décadas de 20 e 30 do século passado, do tipo Brill de eixo rígido, que foram totalmente recuperados e modernizados nas suas componentes mecânica e eléctrica, mantendo, todavia, o aspecto original.

No novo percurso, aplicam-se os tarifários Monomodal da STCP e o Multimodal Andante e um Z2 é suficiente para percorrer toda a linha.

O projecto resultou de uma ideia inicial da Porto 2001 e, com a entrada em funcionamento desta linha, a rede servida por carros eléctricos da STCP totaliza 27,4 quilómetros.

A empresa sublinha que, desde 1998, investiu cerca de 12 milhões de euros na rede de eléctricos, incluindo carris, aparelhos de via e catenárias.

A linha 22 vai ligar-se às únicas actualmente em exploração a 1 (Infante/Passeio Alegre) e 18 (Massarelos/Carmo).

Pedro Gomes às 10:47
|